Pedidos de falência crescem no primeiro semestre deste ano

As micro e pequenas empresas representam cerca de 85% dos pedidos de falência e 87% dos pedidos de recuperação judicial.

primeiros seis meses deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). No mesmo período, também foi registrada alta nos pedidos de recuperação judicial, com aumento de 17,2%.

As micro e pequenas empresas representam cerca de 85% dos pedidos de falência e 87% dos pedidos de recuperação judicial. Entre os setores, o que apresentou mais casos de pedidos de falência (40%) foi o de serviços, seguido pelo industrial (34%) e pelo comércio (26%).

Para a Boa Vista SCPC, isso é resultado da fraca atividade econômica, “que reduz a capacidade de geração de caixa das empresas”, e do aumento nas taxas de juros e na restrição ao crédito, “que encarecem o capital de giro, piorando os indicadores de solvência das empresas”. A expectativa da Boa Vista SCPC é que os indicadores de falência encerrem o ano em patamares superiores aos de 2014.

Em junho, o número de pedidos de falência cresceu 31,9% em relação ao mesmo mês de 2014.